Pesquisar no blog

segunda-feira, 9 de fevereiro de 2009

China e o "problema" da densidade demográfica atual

O DIA-A-DIA NO PAÍS MAIS POPULOSO DO PLANETA SUSCITA UMA QUESTÃO: O PROBLEMA POPULACIONAL É, DE FATO, TÃO GRAVE ASSIM?




Em caso de mudança de endereço, o ideal é levar a casa na caçamba da picape.


Até os caminhõezinhos passam aperto na cegonha.


Este cidadão improvisou uma 'rede' para seu cochilo.


Qualquer vaga é vaga na hora de estacionar.


E, depois de tanto aperto, nada melhor que relaxar na piscina.


Acrescente a tudo isto o forte controle de natalidade entre os chineses. ONG´s pró-aborto trabalham incansavelmente para o cumprimento das rígidas leis de controle populacional, que limitam as famílias a apenas dois filhos, no máximo. Além disso, a China perfila entre os países que mais têm perseguido aos cristãos e burlado os Direitos Humanos, mesmo que o Ocidente insista em fazer vista grossa. Creio que, em relação ao problema populacional, a grande questão não é a ´explosão demográfica´, mas o constructo socia vigente que faz com que bolsões geográficos sejam mais quistos, por ´n´ motivos, do que outras terras, inabitadas. Assim, não dá para quem quer, e inflaciona-se a questão demográfica internacional, inclusive em países com super-populações.

Para se ter idéia de como o mundo é ´mal habitado´, veja este mapa que ilustra a densidade demográfica mundial, na atualidade. Os números referem-se á quantidade de habitantes por Kilômetro quadrado.

Clique na imagem para ampliá-la.

Segundo números do IBGE, em 2006 o Brasil tinha cerca de 187.000.000, em uma área de 8.514.215,3 Kilômetros quadrados. Isto dá 21,96 habitantes por Kilômetro quadrado, um número que revela que, mesmo se levarmos em consideração as áreas em que não se pode habitar, por quaisquer motivos geográficos, ainda assim sobrariam muitas áreas excelentes à moradia, revelando que não temos um problema ´real´ de falta de terras, mas uma péssima distribuição das mesmas, aliada à corrupção e falta de vontade política para que tais problemas causem menos ´barulho´ e sejam sanados. A lógica sugere que tal raciocínio seja usado no restante do mundo, o que revelará um planeta com condições perfeitas de sustentabilidade da vida humana e animal sem precisarmos recorrer à prática criminosa do aborto (para aqueles que defendem o aborto como uma ´solução´ ao controle populacional da Terra). Enquanto tivermos a humanidade que temos não há planeta que possa sustentá-la.

Fonte: G1

Em Cristo Jesus,
Pr. Artur Eduardo

3 comentários:

Felipe Huvos Ribas disse...

Olha este vídeo, muito triste: http://www.youtube.com/watch?v=8mVwQLzddrk

Felipe Huvos Ribas disse...

Li em um dos comentários (na página 2 de comentários do youtube) que o vídeo foi gravado na década de 90. A mesma pessoa que fez este comentário fala que isso continua acontecendo.

Lyoji Okada disse...

ENTENDO QUE NO BRASIL TEMOS HOJE QUASE 18 MILHÕES DE SERES SEM EDUCAÇAO. E COMO UM GRANDE NÚMERO DE SERES NÃO TEM DINHEIRO, NÃO CONSEGUEM QUE SEUS FILHOS VÃO PARA AS ESCOLAS, PRINCIPALMENTE NO INTERIOR OU DENTRO DAS FAVELAS. COM ISSO, UM GRANDE NUMERO DE SERES SÓ TEM TRABALHOS BRAÇAIS, POIS NÃO APRENDERAM A MANEJAR MÁQUINAS E EQUIPAMENTOS MAIS SOFISTICADOS. DESTARTE O DESEMPREGO É ENORME E A MAIORIA TEM QUE MORAR EM FAVELAS. GRANDE PARTE DELES É DE GENTE BOA, MAS O NÚMERO DE GRANDE BANDIDOS TORNOU-SE UMA GRANDE REALIDADE NO BRASIL DE HOJE EM DIA. POR TUDO ISSO, ACHO IMPRESCINDIVEL A MEDIDA TOMADA PELA CHINA, LIMITANDO O NÚMERO DE FILHOS. LYOJI OKADA

Ofertas Exclusivas!!!!