Pesquisar no blog

terça-feira, 6 de dezembro de 2011

NASA afirma ter descoberto exoplaneta que suporta a vida como a conhecemos

CIENTISTAS DA NASA AFIRMAM QUE SONDA "KEPLER" DESCOBRIU PRIMEIRO PLANETA HABITÁVEL E OUTROS MIL QUE PODEM ABRIGAR VIDA

16d17fea992f62e9c223650d609e9237.jpg
O Kepler-22b está a 600 anos-luz de distância e é maior do que a Terra
Foto: Ilustração / Site da Nasa.

A agência espacial dos Estados Unidos (Nasa) informou nesta segunda-feira (5) que seu telescópio espacial Kepler confirmou a existência do primeiro planeta habitável numa região fora do sistema solar. No início deste ano, cientistas franceses confirmaram a existência do primeiro planeta fora do sistema solar a atender às exigências para a manutenção da vida, conhecido como Gliese 581d, mas o Kepler 22b, visto pela primeira vez em 2009, foi o primeiro cujas características puderam ser confirmadas pela agência espacial norte-americana. A confirmação significa que os astrônomos viram o planeta cruzar a frente de sua estrela três vezes.

"A fortuna sorriu para nós com a detecção do primeiro planeta", disse William Borucki, principal pesquisador do Kepler no Centro de Pesquisas Ames, da Nasa. "O primeiro trânsito foi capturado apenas três dias depois de termos declarado o telescópio pronto operacionalmente. Nós testemunhamos a definição do terceiro trânsito durante o período de férias de 2010."

O Kepler-22b está há 600 anos-luz de distância e é maior do que a Terra. O planeta tem uma órbita de 290 dias ao redor de sua estrela. A Nasa também anunciou que o Kepler descobriu mais de 1.000 planetas com potencial de abrigar vida, duas vezes o número previamente localizado, segundo uma pesquisa que está sendo apresentada numa conferência realizada na Califórnia nesta semana. O Kepler é a primeira sonda espacial da Nasa que procurar planetas semelhantes à Terra que orbitem sóis similares aos nossos.

Fonte: NE10

NOTA: "A fortuna sorriu para nós"? É uma nova forma de dizer "tivemos sorte"? Essa pós-modernidade!... Bem, de qualquer modo, é uma descoberta incrível. Mil planetas que podem habitar vida é uma quantidade que atende às especulações dos astrônomos atuais, uma vez que sabe-se que o Universo contém mais planetas do que se imaginava. A cada dia que passa penso estar mais próximo o dia em que o ser humano criará formará seu, também, seu "ninho entre as estrelas" (Obadias 1:3-4).

Um comentário:

José Valdeci Monteiro disse...

Pr. Artur a fala do cientista, quando diz que a fortuna sorria pare ele, não teria haver com os escritos de Maquiável (século XVI), quando o mesmo falava sobre a virtú e a fortuna, ou estou equivocado? Se sim, a declaração dele não será tão moderna assim.

Ofertas Exclusivas!!!!