Pesquisar no blog

quarta-feira, 17 de setembro de 2008

O polêmico José Saramago ridiculariza um ´pedido de perdão´ da Igreja Anglicana a Charles Darwin

O POLÊMICO JOSÉ SARAMAGO, CRÍTICO LIBERAL, PRÊMIO NOBEL DE LITERATURA EM 1998, ANTI-SEMITA E AVESSO AO CRISTIANISMO, CRITICA UM (NO MÍNIMO, INGÊNUO) ´PEDIDO DE PERDÃO A CHARLES DARWIN´, DA IGREJA ANGLICANA (A QUEM O ESCRITOR CHAMOU DE "VERSÃO DE UM CATOLICISMO INSTITUÍDO POR HENRIQUE VIII")




"Uma boa notícia, dirão os leitores ingênuos. A Igreja Anglicana, essa versão britânica de um catolicismo instituído no tempo de Henrique VIII como religião oficial do reino, anunciou uma importante decisão: pedir perdão a Charles Darwin*" Assim inicia o segundo post do blog de José Saramago que, de forma contundentemente, critica o anúncio anglicano. O pedido de perdão a Darwin ocorre no marco de comemoração dos 200 anos de seu nascimento. A reparação refere-se à forma como a igreja tratou o cientista britânico depois da publicação de "A origem das espécies" e, sobretudo, depois de "Descendência do homem".

"Nada tenho contra os pedidos de perdão", afirmou o escritor português, que coloca em dúvida a sua utilidade. "Inclusive se Darwin estivesse vivo e disposto a mostrar-se benevolente, dizendo 'sim, perdôo', a generosa palavra não poderá apagar um só insulto, uma só calúnia, um só dos desprezos dos muitos que lhe foram proferidos", afirma o escritor em seu blog "O caderno de Saramago". Talvez este arrependimento tardio, analisa com ironia, "estimule o papa Bento XVI, agora envolvido numa manobra diplomática em relação ao laicismo, a pedir perdão a Galileu e a Giordano Bruno, em particular a este, torturado com muita caridade, até chegar à fogueira onde foi queimado".

O Prêmio Nobel de Literatura 1998 assegura que "este pedido de perdão da igreja anglicana não vai agradar aos criacionistas norte-americanos. Fingirão indiferença, mas é evidente que se trata de uma contrariedade para seus planos, para os republicanos que, como a candidata à vice-presidência (Sarah Palin), hasteiam a bandeira dessa aberração pseudo científica chamada criacionismo".

Fonte: Notícias Cristãs

NOTA: Quem deveria pedir perdão é o sr. Saramago. Pedir perdão aos cristãos, que foram aos milhões trucidados pelos comunistas, por quem o prêmio Nobel nutre uma gigantesca simpatia. Deveria pedir perdão pelo fato de ser desrespeitoso com os criacionistas de um modo geral, sendo cristãos ou não, por não enteder que uma ´referência´ de sua envergadura, agraciado com um Prêmio Nobel, não pode ser um promotor de discórdias, mesmo se envolver ao que julgue ´retrocesso´ (como o criacionismo), pois retrocesso indubitável é a sua indelicada postura. Deveria pedir perdão aos judeus por seu ferrenho anti-semitismo declarado. Enfim, deveria pedri perdão a toda a humanidade, que com certeza está cansada deste liberalismo ambíguo, político e científico, que destroçou as sociedades ocidentais em décadas passadas e que culminou, no Oriente, com a implementação dos regimes mais genocidas de que se tem notícia.

Em Cristo Jesus,
Pr. Artur Eduardo

Um comentário:

Faculdade Teológica disse...

Que Deus continue abençoando seu trabalho e nos edificando com seus post Fica Na Paz!!!!
Abs!
Faculdade Teológica

Ofertas Exclusivas!!!!