Pesquisar no blog

quinta-feira, 22 de outubro de 2009

Recorrências de um dos mais "fortes" argumentos evolucionistas

DESMISTIFICANDO A TESE EVOLUCIONISTA DAS ANATOMIAS COMPARADAS

Nos comentários do post Evolucionista alienado insiste em não descer à Terra, o leitor que assina como Hermogenes quis mostrar como as várias semelhanças físicas e comportamentais entre os chimpanzés, gorilas e macacos e os seres humanos são provas inequívocas de que estes partilharam um ancestral até há relativamente pouco tempo, numa escala de tempo evolucionista. Como é hábito, os argumentos apresentados revelam uma cuidadosa selecção de dados (o chamado cherry-picking) e também o apelo à ignorância dos leitores.

Homem e restantes primatas
Algumas das inúmeras semelhanças…
-ambos corpo e simetria bilateral.

A maioria dos seres vivos possui simetria bilateral.

Órgaos e ossos com mesma organização“.

Não sei bem o que é suposto entendermos com isto do “órgãos e ossos com mesma organização“, uma vez que vários animais têm uma anatomia semelhante à dos chimpanzés. Será que a “mesma organização” se refere ao fato de todos os animais terem a cabeça em cima e os pés em baixo? Esta “mesma organização“, o que quer que ela seja, encontra-se em muitos outros animais. Os seguintes esqueletos pertencem a um humano, um chimpanzé, um urso e um guaxinim, respectivamente.

skeleton1skeleton2skeleton3skeleton4

braços longos e mãos com 5 dedos, capazes de agarrar e utilizar instrumentos.

Vários animais têm membros dianteiros longos e mãos com 5 dedos. Muitos animais são capazes de utilizar instrumentos, até mesmo melhor do que os chimpanzés (Cf também. ESTE POST).

whale_skull

apresentam os maiores cránios e cérebros do reino animal.“ O crânio da baleia é maior (acima).

Olhando para a face de um gorilla, chipanzé ou humano, as narinas, uma ao lado da outra, viradas para frente e para baixo.

Muitos outros animais também apresentam este padrão.

chimp1tiger1

tem a mesma formula dental.“ Os chimpanzés têm 32 dentes, tal como os humanos. No entanto, os caninos de um chimpanzé são muito maiores do que os do ser humano. Não que o facto de ter o número de dentes igual a humanos provasse alguma coisa, mas não são os únicos a terem 32 dentes. As girafas também têm. Gatos adultos também têm.

a visão é binocular,a cores, com percepção de profundidade e distância.

A maioria dos animais tem visão binocular, a cores e com percepção de profundidade e distância.

Semelhanças comportamentais:
-Depressão,descrito em primatas humanos e não humanos.

Ao pesquisar sobre isto, encontrei este texto em que uma veterinária diz que “a depressão entre animais é um mito“. Ela diz que é verdade que os animais ficam tristes, mas isso são apenas alterações comportamentais, e não depressão. Mas mesmo que os animais sintam depressão, esse tipo de comportamento não foi apenas descrito em humanos e chimpanzés, mas também noutros animais (cães, por exemplo).

Inteligência (em primatas não humanos já foi reportado o desenvolvimento de ferramentas e organização de equipas com propósito estratégico de caça“.

Inteligência e comportamentos como os descritos em cima foram detectados em vários animais. É preciso ser muito mau carácter para apresentar isto como se apenas se tivesse observado comportamentos inteligentes em chimpanzés. Alguns exemplos:

- Os elefantes possuem uma memória avançada, ficam de luto pelos seus mortos, manejam ferramentas com grande habilidade, criam novos utensílios, etc;

- Os corvos são capazes de usar raciocínio causal para resolver problemas muito melhor do que os chimpanzés;

- Os bebês morcego são capazes de imitar os seus progenitores, coisa que nunca foi reportada em “primatas não humanos”;

- As moscas da fruta são capazes de aprender com a experiência;

- Há pássaros que pronunciam palavras e que dançam ao ritmo da batida;

- As hienas superam os chimpanzés em testes de resolução de problemas em cooperação;

- Os cavalos sabem contar.

Comunicação não verbal, como revolta, ameaça de outros individuos com punhos cerrados, paus ou pedras.

Comunicação não verbal é abundante no reino animal.

A forma de agressão é apenas uma das características do comportamento deles. Outros animais têm outro tipo de comportamentos que os humanos também têm e que não se encontram nos chimpanzés, como já foram referidos exemplos.

comportamento sexual- o sexo não está apenas relacionado com perpetuação da espécie, mas também como forma de prazer. Em bonobos, outras caracteristícas típicamente humanas incluem sexo oral, beijos linguados ardentes, masturbação, várias posições sexuais e toque genital“.

Mais uma vez, este tipo de comportamentos sexuais (sexo oral, masturbação, etc) está documentado em várias espécies de animais, e não é apenas uma característica dos “primatas não humanos”, como o Hermogenes quer fazer crer.

CONCLUSÃO

Realmente, as semelhanças físicas e comportamentais entre os chimpanzés e os seres humanos mostram que eles partilharam um ancestral muito recentemente… caso todos os outros animais não entrem na equação. O que me preocupa mais é que a pessoa que apresentou estas “evidências” diz-se formado em medicina veterinária e que foi durante o curso que ficou sem dúvidas de que a evolução darwiniana é real. Bem, se me apresentassem estas “evidências” e eu as recebesse de forma acrítica, também eu ficaria rendido a elas.

O Sabino de há 2 anos ficaria sem saber como responder a tamanhas “evidências”. Ficaria a pensar que, da forma como as coisas são apresentadas, até parece que a evolução aconteceu. Mas o Sabino de hoje já aprendeu a forma como os evolucionistas lidam com as evidências. São elas: seleção cuidadosa de dados, má/vaga definição de termos, não colocar as coisas em perspectiva e a censura a opiniões divergentes. Portanto, o Sabino de hoje já está alertado para este tipo de “evidências” apresentadas.

O meu desejo é que os cristãos restantes que acompanham este blogue também não se deixem levar na teia evolucionista. Para os ateus evolucionistas, o meu desejo é que comecem a ser críticos em relação às “evidências” que vos são apresentadas. Afinal de contas, apesar de se saber há mais de 10 anos que o apêndice não é um órgão vestigial mas um membro importante do nosso corpo, órgãos de comunicação como a LiveScience ainda o colocam como sendo o órgão vestigial número 1 do nosso corpo.

Fonte: A Lógica do Sabino

Em Cristo Jesus,
Pr. Artur Eduardo

Um comentário:

Tatiane Almeida disse...

Sou cristã,bióloga e acredito sim que temos semelhanças com os primatas ,negar isso seria um erro,não apenas visualmente mas é genéticamente comprovado isto.
Quanto aos argumentos muitos tem lógica, temos um ancestral comum não só com os grandes primatas, mas com todos os tetrápodes ( ter cinco dedos é um padrão não só compartilhado com primatas mas com a grande maioria dos tetrápodes).
Aceitar a evolução não nos coloca em situação inferior ,sermos semelhantes a primatas não nos isenta de sermos imagem e semelhança de Deus,somos sim na nossa essencia,no nosso espírito,mas fisicamente somos semelhantes a qualquer outra espécie da terra seja ela primata ou não.

Ofertas Exclusivas!!!!