Pesquisar no blog

quinta-feira, 29 de janeiro de 2009

Decisão abre precedentes no atual debate sobre ´discriminação´

ESCOLA CRISTÃ GANHA NA JUSTIÇA O DIREITO DE EXPULSAR GAROTAS QUE TRANSGREDIAM O CÓDIGO DE ÉTICA DA INSTITUIÇÃO



Decisão beneficia colégio luterano de Wildomar. Garotas acusaram escola de discriminação, mas perderam na Justiça. Um tribunal de apelações da Califórnia decidiu que uma escola cristã pode expulsar estudantes por conta de suspostas relações lésbicas. A decisão foi tomada por uma corte de Riverside, na segunda-feira. Ela beneficia a Escola Luterana da Califórnia, em Wildomar. Duas garotas haviam recorrido à Justiça contra a expulsão, ocorrida em 2005, acusando a escola de discriminação.

Um tribunal de primeira instância inferior decidiu que a escola não está sob as mesmas leis antidiscriminação de uma empresa. As meninas apelaram, mas a decisão foi mantida na instância superior. John McKay, advogado da escola, argumentou a favor da expulsão dizendo que o objetivo do estabelecimento é educar baseado nos princípios cristãos. O advogado das garotas não foi encontrado pela agência Associated Press.

Fonte: O Verbo

NOTA: Observe, caro leitor, que fazer exercer o direito de uma instituição pode acarretar uma acusação de ´discriminação´. Imagine que há uma associação qualquer de lésbicas. Esta hipotética associação tem, entre as associadas, mulheres lésbicas e esta é uma condição sine qua non para a permanência na mesma. Imagine que uma mulher converte-se ao Evangelho de Jesus Cristo, aceita os preceitos cristãos, entende que o homossexualismo é antinatural e decide abandoná-lo. Aonde quero chegar? A tal instituição tem todo o direito de expulsar o associado uma vez que fere às normas estabelecidas e aceitas da instituição. Eles não têm de querer que todos na sociedade sigam seus preceitos, podem conversar sobre mesmos, mas não impô-los. O mesmo acontece com a escola luterana em questão, nesta reportagem. E mais: O Cristianismo não é imposto, mas como qualquer outra idéia ou ideal, é apresentado e deve ter esse seu direito garantido. Cercear o acesso à informação é tão criminoso quanto discriminar. O Cristianismo assim como idéias homossexuais podem conviver no campo democrático das idéias e as instituições, que têm suas normas específicas, precisam ser respeitadas. Todas. Ponto para este tribunal californiano que entendeu estes princípios democráticos básicos.

Em Cristo Jesus,
Pr. Artur Eduardo

Um comentário:

Mayalu Felix disse...

Vivemos sob uma ditadura, em todo o mundo. Quando não é a mentalidade ocidental "laica", atéia e amoral, é a ditadura religiosa e opressora dos países islâmicos, hindus e buditas, no oriente. Lugar tranqüilo, agora, só na Lua.

Ofertas Exclusivas!!!!